Arquivo da tag: diário

Indizível

 

 

Quando a noite é uma criança, tudo começa com uma forte luz. A cerveja de pouco valia. Os fogos, meros coadjuvantes, enquanto a estrela que caíra me deixava embaralhado.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Diarios de M.

Gira

Passado o momento, ainda seguro com todas as forças sem largar. Os dentes travados, os olhos vidrados e o mundo rodando dentro de mim. Não há portas, nem há janelas. Terei de nascer sozinho.

Deixe um comentário

Arquivado em Diarios de M.